CHAVE 30

Como fazer dieta ou treinar pode ser uma fonte de angústia?

Depoimento de Erica Bruno (37 anos, advogada):

Em todos os lugares em que a gente vai fazer ginástica, todo mundo pede para fazer tudo muito acelerado, usando muita força. Sempre com muita pressa e buscando um resultado rápido. Você tem que emagrecer para ficar com o corpo bonito, e isso gera muito stress e ansiedade. Ao invés de emagrecer, você acaba comendo mais ainda e engordando de novo. A ansiedade e o stress vividos no próprio treinamento são horríveis.

Já o treinamento de vocês é o contrário disso, o foco é o combate à ansiedade; a gente busca um equilíbrio, faz Chi Kung, faz tudo com calma. Você sabe que tudo vai ser a longo prazo. Não se estressa e, realmente, emagrece, que é o que está acontecendo comigo. Eu já perdi quatro quilos em apenas dois meses. Como você mesmo diz, caso eu perca apenas um quilo por mês, ao final de um ano terei perdido 12 quilos. Pensar assim, automaticamente, já nos tranquiliza. E ainda não corro o risco de perder músculo, como acontece quando perdemos peso com muita rapidez. Antes de encontrar vocês, a relação com o treinamento era uma grande fonte de angústia para mim.

Observação minha para complementar este item: existe uma armadilha no treinamento: quando a expectativa e a angústia por resultados rápidos são imperativas, as chances de o aluno desistir são enormes. Quando o aluno se descola desse padrão irracional e comercial de se relacionar com o próprio corpo, os resultados são muito melhores no médio e longo prazo.

O Músculo da Alma - Chaves
Para ter acesso ao conteúdo informe seu Nome e E-mail.
Você só precisará fazer este registro uma vez, caso acesse esta página sempre do mesmo equipamento.
Nós respeitamos sua privacidade! Suas informações estão seguras e nunca serão compartilhadas.
×
WordPress Popup Plugin